A mais irresistível e traiçoeira das escolhas: EXPERIMENTAR

Engraçadas as guinadas que a vida dá às vezes; com ou sem nossa permissão ela retoma, destrói, acelera ou adia os projetos e metas que buscamos. Não importa quantas horas ou dias sejam dedicados à reflexão… sempre há dúvida sobre que passo dar em seguida. Aquele destino que pintamos durante anos se torna frágil e incerto; falta certeza para pisar naquele chão que se mostra diante de nós.
Não é uma questão de coragem ou covardia, medo ou entrega… é uma questão de chance!! Dar chance a um sonho antigo, um pressentimento, uma intuição. Quero ir, quero sair, sumir… eu posso, os caminhos estão abertos, mas algo por dentro me diz pra ficar. O lado de fora me puxa, quer que eu vá, mas meus pés estão pesados e mal se movem sobre o chão.
O pior é a decepção de não ter sentido antes. O pesar de não me ter preparado…
.
Paradoxal e simultaneamente à culpa, o pulsar do recomeço, a ansiedade pelo novo e a surpresa pela inesperada mudança de planos – os mesmos destino por outro caminho, mais complicado ou o que for. Com humor o quanto possível. Sinto alívio.
Decidi permanecer, estudar História e simultaneamente Direito, uma escolha que me arece até sensata, ainda que instigante e desafiadora. A cada certeza seu tempo; a cada desejo sua oportunidade.

EXPERIMENTAR: A mais irresistível e traiçoeira das escolhas.

Anúncios